Saúde

Quais tipos de anestesias são aplicadas?

Em se tratando de beleza, vale muito de nosso sacrifício. Principalmente as mulheres são cobradas quanto ao ideal de corpo perfeito, pele lisinha e tudo o mais. Para tanto, muitas recorrem às cirurgias plásticas. E o ideal é antes de fazer sua cirurgia conhecer tudo o que envolve tal procedimento, uma vez que é, sim, um procedimento cirúrgico e deve ser tratado com o devido cuidado.

As anestesias, hoje, são usadas em diversos procedimentos. Em partos, cirurgias dentárias e até em plásticas. Porém cada operação exige um tipo de anestesia. Aqui vamos esclarecer os timos de anestesia disponíveis em cirurgias plásticas e como funcionam.

Tipos de anestesia

As anestesias vão agir como bloqueadores ou amenizadores da dor, como um imobilizador ou um amnésico.  Os efeitos causados por essas substâncias podem ainda reduzir os batimentos cardíacos, controlar a respiração e a pressão arterial e ainda deixar o paciente inconsciente.

Existem 4 tipos de anestesias.

Anestesia local

A anestesia local é aplicada somente para deixar a região afetada pela cirurgia mais calma, sem dores. Com esta anestesia, o paciente fica acordado e consciente de tudo que acontece ao redor. Ela existe em formato de spray, injeção ou pomada.

O tratamento das hemorroidas pode ser clínico ou cirúrgico. Agora existem novas técnicas de tratamento para a doença hemorroidária, com menor dor, tempo de recuperação mais curto e retorno ao trabalho mais rápido.

Anestesia regional

A anestesia regional vai trabalhar várias formas de anestesia. Como os bloqueios de plexo, quando são anestesiados os nervos responsáveis por determinada área. Facilitando a forma correta de como acabar com mau hálito.

Os bloqueios tronculares, que bloqueiam apenas um nervo da área operada. E os bloqueios espinhais, que impedem a chegada do impulso de dor à medula espinham.

Anestesia sedativa

Para sedar um paciente é preciso colocar a anestesia diretamente na veia do operado. Ela vai combinar diferentes medicamentos, a fim de acalmar o paciente e colocá-lo para dormir.

Existem diferentes níveis de sedação de acordo com a situação do paciente. Existem situações em que a pessoa fica apenas sonolenta e não assimila o que está acontecendo, em outros casos ela pode acabar dormindo. Esta técnica pode ser combinada a outros tipos de anestesia.

Anestesia geral

A tão temida anestesia geral é um dos procedimentos mais complicados. Ela induz o paciente ao sono e possui propriedades amnésicas que evitam que o paciente acorde no meio da cirurgia e que se lembre de tudo o que ocorreu. Ela também é injetada na veia ou inalada.

Seja qual for sua escolha de anestesia, você deve ter o acompanhamento medico. Os equipamentos utilizados durante toda a operação monitora os batimentos cardíacos, a pressão e a oxigenação, para evitar qualquer problema.